Sete meses depois da primeira proposta ter sido chumbada a 27 de outubro e ultrapassado o período eleitoral, foi aprovado na Assembleia da República, por maioria, o Orçamento do Estado de 2022. Conheça quais os principais pontos direcionados para o tecido empresarial.

O Orçamento do Estado foi aprovado e, com ele, as medidas que traduzem as políticas do país e tentam fazer frente a um contexto desafiante, cujo impacto nas empresas deve ser acautelado desde a primeira hora.

Um orçamento fruto da maioria absoluta conquistada em janeiro de 2022 que evidencia a vontade de modernizar a administração pública e o equilíbrio das contas.

Previsões à parte, este é um momento decisivo para que os gestores saibam aquilo que os espera ao longo do ano e, até, essencial para delinearem uma estratégia que lhe permita crescer.

Porque o conhecimento é sempre bom conselheiro, sintetizámos as sete medidas que têm mais impacto nas empresas:

Numa altura em que os mais variados processos dentro das organizações estão a ser digitalizados, emitir, enviar e armazenar faturas em papel deixou de fazer sentido.
A utilização de faturas eletrónicas permite-lhe automatizar e otimizar os processos de faturação, aumentar a produtividade da sua empresa e dispensar os colaboradores para tarefas que acrescentem valor.
Além disso, os processos eletrónicos e automatizados de faturação resultam em poupanças de entre 60% a 80%, quando comparados com os processos de faturação convencional, segundo a consultora Billentis.
Mas antes de lhe mostrarmos em detalhe as vantagens que a fatura eletrónica pode trazer ao seu negócio, comecemos pelo essencial.